31 de jan de 2013

Um pequeno desabafo¹

É bem difícil chegar ao final de um mês e saber que as maiorias dos acontecimentos foram ruins. Mas esse dia eu não poderia deixar em branco.

Iniciei o ano bem triste com alguns acontecimentos. Na minha igreja as pessoas em que confiava me atiraram pedras. Meus líderes não tiveram a coragem de ajudar. Somente três pessoas não me abandonaram nesse momento: Meus líderes do Ministério de Louvor Dianatha e Clóvis e a Missionária Nádia, eles sempre estiveram ao meu lado me ajudaram, me deram forças para não desistir, e vem um moleque, perdoe-me o termo, mas isso, um moleque que sempre escarneceu de mim vem dar uma de bom moço. Por favor, esse joguinho eu já joguei! Eu não preciso de um líder pra vir na minha casa e brincar comigo, pra isso eu tenho os meus amigos, eu que um líder que use da verdade, sinceridade, comunhão, lealdade...

Quantas vezes você passou do meu lado e nem olhou em minha direção? “Minha amada líder”? Quantas vezes você me disse “vou falar com ele” e não fez? Quantas vezes você disse que queria o meu bem? Aquela vez em que você disse para minha líder do louvor que “x” não tinha que ser [...] mas eu tinha que ser foi uma dessas?

Eu já esperava por esse abandono, mas jamais imaginaria que viria dos “meus líderes” que tanto dizia me ajudar.

Eu nunca vou esquecer isso, contudo pela graça de Deus posso dizer que o perdão já foi liberado. Eu só não vou esquecer, pois feriu muito e doeu, doeu tanto que eu não posso explicar, mas agora não dói mais, passou só isso. Agora tudo não passa de marcas que levarei pra sempre comigo, marcas que foram curadas por Jesus e toda vez que eu olhar para elas me lembrará do quanto sou forte.

Comecei o ano com tristezas, mas desde já profetizo que encerrarei com alegria e júbilo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário